domingo, 30 de agosto de 2009
E termina a a mostra "Arte na França 1860 - 1960: O Realismo"!
Talvez eu seja o último a escrever sobre isso. O que quer dizer, em outras palavras, que estou atrasado. Mas, ainda assim, é como se fosse uma obrigação minha partilhar minha opinião acerca da exposição “Arte na França 1860 - 1960: O Realismo” que terminou hoje (30 ago. 09) no MARGS.


Como era de se esperar, último dia, a fila estava bastante grande. Porém, rápida. Peguei o último lugar da fila (que fazia uma curva e ia da frente do MARGS até a Rua dos Andradas), e, em 20min. já estava dentro do museu. Ainda durante a fila, as pessoas que estavam atrás de mim foram abordadas por um garoto de rua que perguntou: “Para que era aquela fila”. Ao ter a resposta: “É para o museu.”, o menino se mandou! Neste momento as pessoas que prestaram a informação começaram a debochar dizendo que se a fila fosse para a “cesta básica”, a criança teria ficado nela! Pensei comigo mesmo que isso era muito natural: em um país de famintos, a arte fica em segundo plano. Fiquei um pouco incomodado, também, com a brincadeira de tais pessoas que, imediatamente passaram a falar sobre o dólar e sobre quanto haviam pagado por um perfume nos states. Minutos depois, ao casal da minha frente, dois jovens fizeram a mesma pergunta: “Para que esta fila!?”... Isso mostra duas coisas, no mínimo: i) realmente nosso povo não se informa – e isso é compreensível, pois, há uma série de outras coisas com o que se preocupar. ii) Por mais que a divulgação de uma exposição como seja bem feita, ela nunca chegará aos ouvidos de todos.
 

Ainda esperando para entrar, deparei-me com outra arte. Desta vez uma arte de rua, uma arte que pode ser chamada de arte popular, mais vulgar, portanto, diriam os críticos de arte tradicionais... Pensei naquele momento: uma fila enorme para ver Manet, Monet, Renoir, Picasso e outros, e, naquele momento, um trabalhador anônimo, em sua tenda, esculpia, com sua talhadeira, a madeira que iria se transformar numa cabocla! Ninguém reparava nele, era pobre, e, segundo muitos, sua arte, vulgar...


Já dentro do museu e as pessoas insistiam em ficar em fila. Não fiz isso, vão me perdoar. Para ver arte devemos estar soltos e não podemos nos preocupar em olhar rápido...


As obras que mais me chamaram a atenção foram: 


- Imigrante Lituano (1930), de Paulo Rossi Osir (Óleo sobre tela: 60x72cm) – um jovem adolescente cego de um olho. Muito pobre (como as pessoas que vira lá fora). Tão pobre que, ao seu lado, jazia somente um copo d’água.


- Retrato de Inah Prudente de Morais (1936), de Cândido Portinari (Óleo sobre tela) – uma senhora de ricos cabelos negros, olhos vivos e porte elegante.


- Gaúcho (1955), de Aldo Locatelli (1955) (Óleo sobre tela) – o rosto de um gaúcho bastante vincado e marcado pelas lidas do campo, mas que, mesmo assim (ou, por isso mesmo), não perdia a imponência.


- Revelações (Revelations) (2006), de Damien Derroubaix (Aquarela, tinta e xilogravura/ papel). Obs.: pessoalmente achei muito feio. Mas está aqui toda a crítica que o quadro traz – ele é uma crítica, na verdade: nosso mundo é feio. Vem perdendo cada vez mais a beleza lírica e as cores vibrantes... No mundo atual, só a fumaça cinzenta e espessa dos canos de descarga ficam... A escuridão das almas deprimidas, e, o gosto sádico e masoquista de uma cultura Dark é que imperam... Assim, o quadro traz as insígnias do nazismo, corpos mutilados, sangue, crânios de animais e de humanos, e, ao centro, ao invés de Cristo (com uma coroa de espinhos), o corpo seminu de uma mulher (com a máscara do Hannibal Lecter – o célebre serial killer do filme “O Silêncio dos Inocentes”). Essa obra me tocou muito (ainda que negativamente) porque haviam, ainda, fachos de luz (representados pela pintura) que “iluminavam” os aspectos mais horrendos do quadro com uma luz negra. Isso me lembrou as aulas de filosofia com o prof. Dr. Ricardo Timm de Souza, e a crítica que este faz de nossa época: “A luznão é luz...”, “A luz não ilumina...”, “Há luzes negras...”, “Aquilo que te deixa ver é, na verdade, para cegar, tapar e deixar na escuridão...”... Neste ponto e sobre este aspecto crítico: grande obra!


- Jovem com espelho (2008), de Henri Barande (Acrílico/ Madeira/ tela/ inox: 215x465cm) – uma tela negra – surreal – com um casaco que ao mesmo tempo é um seio. Trata-se da forma como o jovem se vê no espelho, também: para a mídia, e, por extensão, para a maioria de nossos jovens, o que importa ao se ver no espelho é a roupa e o corpo. Não há conteúdo, nesse sentido. 


Bom, no final, ao sair do MARGS Ficou a sensação de que valeu a pena contemplar as obras que lá estiveram durante esses meses. Só com uma coisa me incomodei: o quilo de alimento que lá ficou – o chamado ingresso solidário – certamente irá para pessoas que dele necessitam. Conclui-se, então, que, em nosso país, o assistencialismo está sendo confundido com a verdadeira “assistência social”, que perpassa pela educação, a cultura, o emprego (trabalho), a saúde, e, certamente, a arte. 
posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ domingo, agosto 30, 2009   0 comments
sexta-feira, 28 de agosto de 2009
Mapa mostra onde salvar carnívoros é bom e barato

Fonte da imagem: Arte/Folha de S.Paulo

 

A reportagem abaixo é um absurdo. E o pior disso tudo é que o que eu estou escrevendo é que acaba por parecer absurdo. Por outras palavras, a razão ardilosa, que contamina a razão vulgar, dá tons de cientificidade a um trabalho que é altamente tendencioso e que, claramente, está vinculado e compromissado com as macroestruturas de pressão sobre a terra, ou, se se preferir, sobre o território.

A reportagem, como se poderá ver, defende que “cientificamente” e “economicamente” alguns lugares são mais vocacionados a servirem de áreas de proteção para grandes mamíferos predadores (no caso, os canídeos e felinos)... Na verdade, e, curiosamente, a grande maioria das áreas estipuladas pelos pesquisadores, está nos Países do Sul, com destaque para a África e a Caatinga brasileira.

Para não me delongar muito, e, para guiar o internauta na leitura da reportagem, lanço as seguintes perguntas:

1)    Por que na Europa não foi prevista nenhuma área de preservação?

2)    Por que nos EUA essa área é tão pequena (e está especialmente a noroeste, quase na fronteira como Canadá)?

3)    Por que o critério utilizado foi o econômico, quando muito travestido de “biológico”?

4)    Os mamíferos predadores de grande porte não estariam sendo usados como pretexto para que mantenhamos (nós, os Países do Sul) intactas grandes áreas repletas de recursos?      

 

EDUARDO GERARQUE

da Folha de S.Paulo

 

Um estudo que tenta adequar os esforços para salvar espécies ameaçadas à realidade econômica acaba de mapear lugares onde preservar mamíferos carnívoros é não apenas bom, mas também barato. Após listar as regiões mais críticas no mundo usando só critérios biológicos, os cientistas cruzaram os dados com o preço de mercado do metro quadrado dos locais onde esses animais vivem.

 

O resultado do trabalho, apresentado em forma de artigo científico na edição de hoje da revista "PLoS One", é um mapa inédito, que mostra onde é mais viável, economicamente, preservar carnívoros ameaçados de extinção. Esse grupo animal é importante porque está no topo da teia alimentar.

 

"Temos um mapa para mostrar aos investidores. Entre as áreas que já são prioritárias, essas estão na frente, por critério científico e econômico", diz Rafael Loyola, coordenador do Laboratório de Ecologia Aplicada e Conservação da UFG (Universidade Federal de Goiás). O cientista assina o trabalho ao lado de outros seis pesquisadores, todos de instituições brasileiras.

 

"É verdade que os valores são médios e podem variar bastante dentro de uma mesma região estudada. Mas, como os recursos para a conservação são sempre escassos, o mapa pode ser uma ferramenta importante", afirma Loyola.

 

O Brasil, mais precisamente o cerrado, aparece em vermelho nesse zoneamento econômico da preservação dos carnívoros mundiais. "Nessa região, bichos como a onça-pintada e o lobo-guará, por exemplo, estão entre os mais ameaçados."

 

Somadas todas as 15 regiões "insubstituíveis" para a conservação dos grandes carnívoros, indicadas no mapa, são 11,4 milhão de quilômetros quadrados que precisam ser monitorados (pouco mais de 2% da superfície total da Terra).

 

O valor médio desse quilômetro quadrado, segundo o estudo, sai pela bagatela de US$ 932 mil -só US$ 0,9 o metro quadrado, aproximadamente.

 

O mapa não é para nenhum corretor sair com ele embaixo do braço, tentando vender trechos de terra no varejo, lembram os cientistas.

 

Como animais ameaçados como os tigres da China e os coiotes das montanhas Rochosas (EUA) precisam de muita área para sobreviver, a conservação só vai mesmo ocorrer se áreas extensas forem transformadas em zonas de proteção.

 

"Os grandes investidores, neste caso, devem ser as ONGs internacionais, os governos ou até mesmo os grandes proprietários de terra", diz Loyola.

 

Hoje no Brasil, por exemplo, donos de terra podem ter isenção fiscal caso resolvam deixar sua vegetação nativa intacta.

 

Entre áreas mapeadas agora, as da África, indica o pesquisador da UFG, são ainda mais baratas em comparação com as demais. África Central e Madagascar, na opinião de Loyola

 

Disponível em:

< http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u615598.shtml>.

Acesso em: 28 ago. 2009.

posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ sexta-feira, agosto 28, 2009   0 comments
Estrela está prestes a engolir planeta gigante, indica estudo


Fonte da Imagem: Planeta recém-descoberto, cujo nome é Wasp-18b, pode estar prestes a ser engolido por sua estrela-mãe, indica estudo

 

RAFAEL GARCIA

da Folha de S.Paulo

 

Um planeta gigante recém-descoberto, Wasp-18b, que completa uma órbita inteira em menos de um dia, pode estar prestes a ser engolido por sua estrela-mãe.

 

A meros 7,5 milhões de quilômetros dela --um vigésimo da distância entre o Sol e a Terra--, o planeta sofre tantas deformações gravitacionais que deve estar espiralando para dentro, em vez de orbitar normalmente, diz um estudo.

 

"Fazendo as contas, a colisão do planeta com a estrela deve ocorrer daqui a uns 500 mil anos", diz Andrew Cameron, da Universidade de St. Andrews (Reino Unido).

 

"Isso é uma parcela minúscula da vida da estrela. Achamos que ela tem 1 bilhão de anos, então deveria haver só uma chance em 2.000 de vermos uma estrela assim nesse momento de sua vida."

 

Segundo o cientista, que é coautor do estudo sobre Wasp-18b na revista "Nature", observações nos próximos anos averiguarão se a hipótese está certa.

 

Se o planeta não estiver espiralando para dentro, porém, pode ser que teorias atuais sobre o efeito maré --a deformação de um objeto que orbita outro-- tenham algum erro. "De um jeito ou de outro, acho que será uma descoberta importante", diz Cameron.

 

Disponível em:

<http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u615601.shtml>.

Acesso em: 28 ago. 2009.

posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ sexta-feira, agosto 28, 2009   0 comments
terça-feira, 25 de agosto de 2009
Rússia aumenta cooperação militar com regiões separatistas na Geórgia

Fonte da Ilustração: Arte/Folha Online

 

Sobre esta notícia não há muito que comentar: os dirigentes russos (desde 2008) não estão nem um pouco preocupados com a opinião internacional. Não estão, também, interessados nas queixas por parte dos dirigentes georgianos (país pequeno) que reclamam do apoio russo às tropas separatistas que, com isso, ganham, a cada dia, mais e mais força no lento, violento, mas irreversível processo de separação da Geórgia.

Resultado: sangue, e, em breve, dois novos Estados no Globo: Ossétia do Sul (processo iniciado em 2008) e Abkházia (mais recente, 2009). Acompanhe:

 

da Folha Online

 

O Ministério russo das Relações Exteriores anunciou nesta terça-feira que Moscou vai reforçar a cooperação, incluindo a militar, com as separatistas Abkházia e Ossétia do Sul, na Geórgia, e pediu ainda que outros países reconheçam as duas regiões como Estados independentes.

 

"Estão sendo elaborados 36 acordos com a Ossétia do Sul e 43 documentos bilaterais com a Abkházia", afirma o ministério em comunicado --que deve agravar a já delicada relação entre Geórgia e a Rússia, que vivem um momento de escalada de tensão um ano após a guerra pelo controle das duas regiões. Arte/Folha Online

 

Segundo o comunicado, os acordos marcam o primeiro ano do reconhecimento de Moscou da independência das duas regiões separatistas --que não foi reconhecida por Tbilisi.

 

"Os acordos dizem respeito ao desenvolvimento e ao fortalecimento da cooperação em âmbito militar, a assistência socioeconômica, a reconstrução das infraestruturas econômicas e de transporte", diz ainda a nota.

 

O ministério lembrou ainda que apenas a Rússia e a Nicarágua reconheceram a independência das duas regiões.

 

"Uma ampliação do processo de reconhecimento internacional da Abkházia e Ossétia do Sul contribuiria, sem dúvidas, para reforçar mais a paz e a segurança na região", afirma a chancelaria em um comunicado.

 

A decisão da Rússia de reconhecer Abkházia e Ossétia do Sul em 26 de agosto de 2008, em consequência de sua guerra com a Geórgia, foi condenada pela comunidade internacional, que considera as regiões parte do território da Geórgia.

 

Guerra

 

Tropas da Geórgia invadiram no dia 7 de agosto de 2008 a Ossétia do Sul, região separatista que declarou independência no começo dos anos 90, provocando a reação da Rússia, que apoia a secessão e mantém forças de paz na região.

 

Nos dias seguintes, a Rússia enviou tropas para a Ossétia, bombardeia o território georgiano e abre uma nova frente de conflito na região separatista de Abkházia, no noroeste da Geórgia.

 

A guerra matou pelo menos 390 civis e no seu auge deixou mais de 100 mil desabrigados. Um pacto de cessar fogo não cumprido e tiroteios esporádicos mantêm vivo o risco de novo conflito.

 

O presidente da Geórgia, Mikheil Saakashvili, diz que a Rússia estimulou o separatismo e invadiu antes de ele agir, uma acusação que Moscou refuta.

 

A Geórgia afirma que a invasão foi planejada como punição por sua posição pró-ocidental e por sua tentativa de entrar na aliança militar da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

 

Fonte: Disponível em:

<http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u614473.shtml>.

Acesso em: 25 ago. 2009

posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ terça-feira, agosto 25, 2009   0 comments
sexta-feira, 21 de agosto de 2009
Ramadã começa sábado no Egito e Jordânia; data indica divisões

A religião embate-se constantemente com a ciência (e vice-versa). Nos países do Oriente Médio, embate-se, também, com a política que, naquela região, sabe muito bem utilizar-se da própria religião para alcançar seus interesses. No momento, a principal preocupação das autoridades religiosas muçulmanas é a definição do início do Ramadã.

O Ramadã, segundo o Alcorão, deve iniciar na sexta-feira, após a Lua Crescente, no nono mês do calendário Muçulmano – que é um calendário lunar, ou seja, ao invés de 30 dias (ou 31 dias), como o nosso (que é solar), possui 29,5 dias (ou 27,32 dias, considerando-se o período sideral da Lua; que é mais preciso por se basear nas estrelas). Assim, pelas mesmas razões que o Pessach (Passagem) dos judeus e a Páscoa (também passagem) dos cristãos, o Ramadã é uma data flutuante que, em princípio, deveria ser definida pelo movimento dos astros, especificamente da Lua.

Ocorre que nem sempre a Lua Crescente inicia a nomeada fase na quinta-feira (e, portanto, antes da sexta-feira). Por vezes, a Lua Crescente tem início no sábado, casos que freqüentemente ocorrem e fazem com que o Ramadã tenha início no mesmo dia, no próprio sábado, à noite. Essa flutuação de um dia (ou sexta-feira ou sábado) não é considerada um problema pelos muçulmanos, e, tão pouco, eles se queixam disso – o que importa em termos ritualísticos é que, na noite em questão, a Lua Crescente esteja no céu para que, efetivamente, inicie-se o Ramadã.

Este ano (2009), a Lua começa a fase “crescente”, nessa sexta-feira (21 de ago.) – o que requereria que o Ramadã iniciasse na noite do mesmo dia, pois, em tese, a Lua estará no céu, o que autoriza o Ramadã. Porém, como narra a reportagem abaixo, o mufti do Egito, (Sheikh Ali Goma) adiou o início dos jejuns para amanhã, dia 22 de agosto.

Como era de se esperar, as diferentes comunidades muçulmanas, dos diferentes países do Islão, entraram em ferrenhas discussões, pois, reivindicam que o Ramadã tenha início na mesma data em todos os países. Dizem, ainda, que a data deveria ser definida segundo a Lua, e não segundo a vontade (em princípio política) dos governantes.

Acompanhe a reportagem e dê a sua opinião:

O mufti do Egito, Ali Goma, máxima autoridade religiosa do país, determinou nesta semana que o Ramadã, o mês sagrado islâmico, começará neste sábado (22). O dia oficial de início do Ramadã sempre causa polêmica entre os países muçulmanos.

O Ramadã é um mês para o jejum, à família e ao recolhimento, no qual os crentes se abstêm de comer, beber, fumar e manter relações sexuais desde a alvorada até o pôr do sol. Para as tradições muçulmanas, o Ramadã ocorre no nono mês do calendário --mês no qual o profeta Maomé recebeu a revelação do Corão.

Conforme o Alcorão, o livro sagrado islâmico, o Ramadã começa no momento exato em que se inicia a fase crescente da lua. Daquele momento em diante, muçulmanos de todo o mundo iniciam jejum durante o dia. Desta forma, se a lua crescente aparece na noite de quinta-feira, o Ramadã começa na sexta. Se não, começa no sábado. No entanto, a política também influi na escolha da data, fato que aprofunda das divisões entre árabes e muçulmanos.

"Infelizmente, a política tem sua influência e as polêmicas sectárias também, o que contraria o ensino islâmico", disse, em entrevista à agência de notícias Efe Ibrahim Zeid Kilani, o líder da Frente de Ação Islâmica da Jordânia, responsável pela emissão de normas religiosas no país. "O fruto dessas decisões políticas é que o Ramadã começa em diferentes datas no Irã, Marrocos e Omã", afirmou.

Conforme Kilani, normalmente, quando Arábia Saudita e Egito decidem suas datas de início e fim do Ramadã, os outros países seguem um ou outro. Já o Irã, maior país muçulmano xiita, só começa dois dias antes ou depois que os muçulmanos, na maioria sunitas. Outras nações xiitas, então, como Iraque, Líbano, Kuait e Bahrein, seguem o Irã.

Para acabar com a polêmica, o clérigo defende o uso de instrumentos para determinar qual é o momento exato. "O sol e a lua seguem uma trajetória exata", disse.

No mesmo sentido, o acadêmico saudita Mohsen Awaji também lamentou que os políticos "usem essas ocasiões tão importantes" para dividir as opiniões dos muçulmanos e também defendeu o uso de instrumentos científicos. "Minha opinião é a de que a nação [muçulmana] deve se afastar dos políticos oportunistas e daqueles que temem a ciência."

A Folha online atribuiu a fonte da informação à agência Efe, no Cairo.

Fonte: Disponível em:

<<http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u613053.shtml>>.

Acesso em: 21 ago. 2009.

posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ sexta-feira, agosto 21, 2009   0 comments
quarta-feira, 19 de agosto de 2009
Nasa descobre substância para formação de vida em amostras de cometa

Segundo os astrônomos, somos – todos nós seres humanos (e todos os seres vivos deste planeta) – “filhos das estrelas”! Essa verdade tácita parece estar cada vez mais comprovada, pois:

Cientistas da Nasa (agência espacial norte-americana) descobriram glicina, elemento fundamental para a formação de vida, em amostras do cometa Wild 2 trazidas à Terra pela sonda Stardust em 2006, revelou hoje o Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da agência.

"A glicina é um aminoácido usado pelos organismos vivos para produzir proteínas e esta é a primeira vez que é encontrada em um cometa", afirmou Jamie Elsila, do Centro de Voos Espaciais da Nasa. AP

Imagem do Wild 2, feita pela Nasa a partir da sonda Stardust; agência descobre substância que auxilia na formação da vida

"A descoberta apoia a teoria de que alguns ingredientes da vida surgiram no espaço e chegaram à Terra por meio do impacto de meteoritos e cometas", informou um comunicado do JPL.

Carl Pilcher, diretor do Instituto de Astrobiologia da Nasa, afirmou que a descoberta também respalda a hipótese de que os blocos básicos da vida abundam no espaço e que a vida no universo é mais comum do que se acredita.

Os resultados da investigação dos cientistas foram apresentados durante uma reunião realizada pela Sociedade Química dos Estados Unidos em Washington no fim de semana passado e serão publicados em breve pela revista "Meteorites and Planetary Science", disse o JPL.

A sonda Stardust atravessou uma densa nuvem e gases que rodeavam o núcleo de gelo do Wild 2 em janeiro de 2004.

Desde o princípio, as análises revelaram a presença de glicina nas amostras. No entanto, por esse ingrediente existir na vida terrestre acreditou-se que a malha estava contaminada.

"Era possível que a glicina achada tivesse se originado durante a manipulação ou fabricação da cápsula", explicou Elsila.

As novas investigações, porém, descartaram a possibilidade, após usarem a análise isotópica, acrescentou.

Fonte: Disponível em:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u611268.shtml&gt.

Acesso em: 19 ago. 2009.

Obs.: A Folha ONLINE atribuiu a fonte da informação à agência Efe, em Washington.

Dica: para ler a “Efe” em português, acesse:

http://www.efe.com/principal.asp?opcion=0&idioma=PORTUGUES

posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ quarta-feira, agosto 19, 2009   0 comments
terça-feira, 18 de agosto de 2009
Tecnologia contra a gripe!

Veja-se que interessante! Em tempos de recomendações contrárias às aglomerações, em virtude da A H1N1, vem a tecnologia em favor da manutenção das atividades. Prova disso, é a programação projeto Fé & Cultura da PUCRS que será transmitida via Internet a partir das 18h15min do dia de hoje. Confira, como segue, abaixo:

 

“Caminhos da dor e da fé


Dr. Guilherme Sudback

Frei Luiz Carlos Susin
Faculdade de Teologia

Local: Em função do vírus Influenza A (H1N1), não haverá encontro presencial.
A transmissão do evento será pela internet.

 

Clique aqui para assistir a palestra ao vivo no dia 18/8, às 18h15min

 

Fonte: disponível em: <http://www.pucrs.br/feecultura/agosto.php>. Acesso em: 18 ago. 2009.

posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ terça-feira, agosto 18, 2009   0 comments
sábado, 15 de agosto de 2009
Pedalar!

Para aproveitar o last Saturday antes do reinício das aulas, fiz um retorno às minhas origens. Dito de outro modo, retornei aos velhos tempos da minha jovem adolescência: sai para nadar de bicicleta. 
Minha Caloi T Type 21v (igual à da foto) estava parada há, pelo menos, 5 anos. Pensei que ela necessitasse de uma revisão antes de ser posta a rodar. Mas, simplesmente calibrei os pneus e sai. Posso dizer que ela está quase no ponto! Bastarão uns pequenos ajustes no sistema de marcha e ela estará, de novo, O.K., na mesma forma de antigamente – temo que o mesmo eu não possa dizer de mim (sorriso). Aliás, a bicicleta, parada há tanto tempo, se mostrou mais em forma do que eu!

Mas, de todo modo, foi uma volta às origens porque pedalei ao som de Kraftwerk (Tour De France, The Robots, Autobahn, Das Modell, Europe Endless, etc.). 
Para este início de sábado ensolarado, foi um o primeiro grande momento! 
posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ sábado, agosto 15, 2009   0 comments
sexta-feira, 14 de agosto de 2009
Chuva de meteoros chega ao ápice na madrugada deste sábado, diz astrônomo brasileiro

Fonte da foto: Mario Anzuoni -12.ago.09/Reuters

DIANA BRITO
colaboração para a Folha Online, no Rio

O diretor de astronomia da Fundação Planetário do Rio, Fernando Vieira, afirmou nesta sexta-feira (14) que a população brasileira poderá assistir a passagem anual da chuva de meteoros Perseida [nome associado à constelação Perseu] por volta das 4h da madrugada deste sábado (15). Vieira informou que será possível observar de 100 a 150 meteoros por hora.

"Esse fenômeno já acontece há quatro dias, mas chega ao ápice na madrugada deste sábado. A população do hemisfério Sul terá mais dificuldade em observar a chuva de meteoros, mas poderão ver pontos luminosos em grande velocidade cruzando o nordeste do céu", o astrônomo disse à Folha Online.

Meteoro da chuva Perseida passa entre as estrelas no Parque Nacional Los Padres, na Califórnia, na quarta

De acordo com Vieira, meteoros são pedaços de poeira ou rocha que nem sempre chegam ao solo porque se desintegram ou colidem com a atmosfera da Terra. Ao aquecerem as partículas de gás, eles produzem rastros brilhantes no céu.

"Pode acontecer de uma pedra maior, do tamanho de um copo, atingir a superfície. Não seria um fenômeno raro", afirmou o estudioso, que ainda destacou que o fenômeno poderá ser visto com mais nitidez nos Estados Unidos, Canadá, Japão e países da Europa. "Quanto mais ao norte, melhor", disse.

Especialistas afirmam que em qualquer noite estrelada é possível observar meteoros, mas a chuva do fenômeno luminoso que resulta do atrito de meteoroide com gases da atmosfera terrestre é mais visível.

Vieira ainda explicou que a chuva de meteoros Perseida ocorre anualmente, quando a Terra passa diretamente no fluxo de escombros [poeiras] produzidos pelo cometa Swift-Tuttle, cuja órbita solar ocorre em aproximadamente 130 anos. A última vez que o cometa passou próximo ao sol foi em 1992. "Isso volta a acontecer em 2126, o que deixa mais material à vista e a chuva é mais intensa", disse Vieira.

Fonte: Disponível em:
<http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u609821.shtml>.
Acesso em: 14 ago.2009.

posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ sexta-feira, agosto 14, 2009   0 comments
Se, na crise, não se investir em Educação, o futuro será desastroso!
Na prática é o que todos já sabem: a Educação é a chave para o
desenvolvimento (verdadeiro) econômico de um país. Assim, especialistas já
dão o seu recado: "invistam em Educação, pois, do contrário, a crise de
hoje, lançará péssimas sementes para o desenvolvimento futuro"...
Pena que ainda se pense com um viés tão voltado no "Mercado", ao invés de
se pensar nas pessoas propriamente ditas! Dito de outro modo: pensa-se
sempre no Mercado e na Economia, ao invés de se pensar nos benefícios que
a Educação traz ao ser humano enquanto pessoa humana e não enquanto homo
hábilis que, com base na instrução recebida, é capaz de criar e gerar
sempre mais lucro...

América Latina precisa proteger educação da crise, dizem analistas

da France Presse, em Washington

Os governos latino-americanos devem proteger o investimento na educação
durante a atual crise econômica para reduzir a pobreza, alertaram
especialistas durante fórum do programa contra a pobreza da Millennium
Challenge Corporation (MCC), nesta quinta-feira. "Reduzir a pobreza
através do investimento em educação e saúde é a melhor maneira de
conseguir o desenvolvimento econômico", disse a presidente do Parlamento
Andino, Ivonne A-Baki.

"Se interrompermos os esforços na educação por causa da crise, vamos ter
problemas com a futura geração", afirmou A-Baki, candidata para dirigir a
Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a
Cultura). De acordo com dados da agência ligada à ONU, a taxa bruta de
matrícula em escolas primárias na América Latina foi de 65% em 2006.

Cerca de 34% da população latino-americana (184 milhões de pessoas) se
encontra na pobreza, lembrou A-Baki. "Embora a taxa de pobreza na região
tenha diminuído nos últimos anos, muito mais necessita ser feito, em
especial diante da atual crise econômica", disse Eric Farnsworth,
vice-presidente do centro debates do Conselho das Américas.

Farnsworth identificou como principais desafios da região a diversificação
da economia, para superar o fato de 90% da população depender direta ou
indiretamente de matérias-primas, e a criação de postos de trabalho no
setor formal da economia.

A diretora da Fundação para o Desenvolvimento Pan-Americano, John
Sanbrailo, disse que o crescimento econômico "está tirando as pessoas da
pobreza mais do que qualquer outro fator" na região.

Desde a sua criação, o CCM já investiu US$ 1 bilhão em programas de luta
contra a pobreza na América Latina, disse um dos seus diretores, Aaron
Sherinian.

Fonte: Disponível em:
<http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u609299.shtml>.
Acesso em: 14 ago. 2009.

posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ sexta-feira, agosto 14, 2009   0 comments
Banco do Brasil é o maior banco latino-americano...
Banco do Brasil é o maior banco latino-americano e o sétimo da América, diz estudo Instituição anunciou hoje um crescimento de 43,9% em seus ativos, que têm valor de US$ 306,8 bilhões

O Banco do Brasil (BB) anunciou hoje um crescimento de 43,9% em seus ativos e recuperou o posto de maior banco da América Latina, além de subir para o sétimo lugar na lista das maiores instituições financeiras de capital aberto da América, segundo um estudo da empresa de consultoria Economática.

A lista foi elaborada pela Economática com base nos resultados semestrais divulgados pelos bancos de capital aberto de todo o continente, com exceção dos do Canadá.

Com ativos totais no valor de US$ 306,8 bilhões, o BB só é superado pelos americanos Bank of America, JP Morgan Chase, Citigroup, Wells Fargo, Goldman Sachs e Morgan Stanley.

O Itaú Unibanco, com ativos avaliados em US$ 305,6 bilhões e que até dois meses atrás era o maior da América Latina, ocupa a oitava posição entre os maiores do continente americano.

Na lista dos 20 maiores, também aparecem o Bradesco (US$ 247,2 bilhões) na 11ª posição e o Santander Brasil (US$ 166 bilhões) no 15º postos.

A lista foi divulgada pela Economática depois que o BB divulgou em comunicado a seus acionistas que seus ativos totais no final de junho somavam R$ 598,839 bilhões, um crescimento de 43,9% frente aos de junho do ano passado.

Esse valor permitiu superar os ativos totais de R$ 596,387 bilhões de reais registrados em junho pelo Itaú Unibanco.

O BB tinha perdido sua condição de líder regional em novembro passado, justamente quando o Itaú anunciou sua fusão com o Unibanco.

O banco estatal conseguiu recuperar o primeiro lugar graças principalmente à aquisição este ano da Nossa Caixa, que pertencia ao Estado de São Paulo.

Os resultados anunciados hoje não incluem os dados do Banco Votorantim, adquirido pelo BB também em 2009, mas cuja incorporação ainda está em processo.

Quando a transação chegar ao fim, os ativos totais do BB podem subir para R$ 643,234 bilhões.

A lista dos maiores bancos de capital aberto da América em ativos segundo a Economática é a seguinte (em bilhões de dólares):

1 - Bank of America (EUA) 2.254

2 - JP Morgan Chase (EUA) 2.026

3 - Citigroup (EUA) 1.848

4 - Wells Fargo (EUA) 1.284

5 - Goldman Sachs (EUA) 889

6 - Morgan Stanley (EUA) 677

7 - BANCO DO BRASIL 306

8 - ITAÚ UNIBANCO 305

9 - PNC Bank (EUA) 279

10 - US Bancorp (EUA) 265

11 - BRADESCO 247

15 - SANTANDER BRASIL 166

Fonte: Disponível em:
<
http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&newsID=a2616581.xml&channel=13&tipo=1&section=Geral>.
Acesso em: 14 ago. 2009.

posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ sexta-feira, agosto 14, 2009   0 comments
terça-feira, 4 de agosto de 2009
Eu estarei lá!
posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ terça-feira, agosto 04, 2009   0 comments
Música!
Minha vida andava pouco musical ultimamente. Quando isso acontece, a gente vai perdendo uma das “roupas o espírito”; a música é isso, veste o espírito!
Havia dois tipos de música que eu não conhecia e que recomendo; uma, o som misturado (eslavo, mexicano e árabe) do Beirut; outra, o som europeu ocidental diferentíssimo e agradabilíssimo do Balanescu Quartet (ou Alexander Balanescu).

De pasmar! Tais músicas têm me acompanhado ultimamente e têm me feito muito bem!

Sugestões semelhantes partilhem com este autor!
posted by Donarte N. dos Santos Jr. @ terça-feira, agosto 04, 2009   0 comments



Argo:Nave dos Argonautas,construída sob a direção de Minerva, nos bosques de Dodona. O termo significa ‘rápido.’”

Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa: "Navegar é preciso; viver não é preciso". Quero para mim o espírito [d]esta frase, transformada a forma para a casar como eu sou: Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo. Só quero torná-la de toda a humanidade; ainda que para isso tenha de a perder como minha. Cada vez mais assim penso. Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue o propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir para a evolução da humanidade. É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça. (Fernando Pessoa)


Jornais & Notícias
::::::::::::::::::::::::::::::::

Deixe recado (educado) ;-) ...
::::::::::::::::::::::::::::::::


Busca na Web
::::::::::::::::::::::::::::::::
E-Mails
::::::::::::::::::::::::::::::::

Blogger, Grupos & Sites de Relacionamento
::::::::::::::::::::::::::::::::

Previsão do Tempo
::::::::::::::::::::::::::::::::
INPE




(Bastante confiável, a previsão do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais/INPE.)

INMET




(Excelente órgão nacional de previsão de tempo – Instituto Nacional de Meteorologia/INMET.)

The Weather Channel (Canal do Tempo)


(Da "The Weather Channel Interactive, Inc.", também denominada "The Weather Channel" ou "TWC", trata-se de uma empresa norte-americana localizada em Atlanta, na Georgia. Desde 1982 a TWC presta serviços de informações meteorológicas a várias partes do mundo.)

METSUL




(A METSUL Meteorologia é, hoje, um dos principais geradores de conteúdo de informação meteorológica do Conesul e pertence a da Rede de Climatologia Urbana de São Leopoldo.)

::::::::::::::::::::::::::::::::
Pensamentos mais ou menos fixos que tenho:
::::::::::::::::::::::::::::::::
Ódio a Nietzsche

- Gosto muito de usar o Nietzsche contra ele mesmo: Nietzsche X Nietzsche, pois o que ele escreve é tão contraditório (no mal sentido do termo), que isso é bem possível de ser feito...

Aos céticos...

- “Só se poderia negar a validez à demonstração se se provasse, com absoluta validez, que o homem nada pode provar com absoluta validez” (SANTOS, Mário Ferreira dos. Filosofia Concreta. São Paulo: É Realizações, 2009, p. 61).

 

 
Este é o Blog/Site do prof. Donarte: Geografia, Filosofia, Educação, Ciências, opinião pessoal e vida cotidiana.

Posts

Leia as postagens deste blog
Site

Visite o site do professor
O que o professor lê?

Últimas leituras
Conteúdos Especiais

Textos sobre Geografia física.

Textos sobre Geografia humana.

Dicas sobre o Vestibular.
Links Filosóficos

Natureza em Hegel.



Sociedade Hegel Brasileira.
Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2010)

Blog dos alunos do 2º ano (221).

Blog dos alunos do 2º ano (221).
Blogs dos Estudantes do Colégio Marista Assunção (2008/2009)

Blog dos alunos do 5ª série (152).

Blog dos alunos do 8ª série (181).

Blog dos alunos do 8ª série (182).

Blog dos alunos do 1º Ano (211).

Blog dos alunos do 1º Ano (212).

Blog dos alunos do 2º Ano (221).

Blog dos alunos do 3º Ano (231).
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2006)

Blog dos alunos do1º Ano.

Blog dos alunos do2º Ano.

Blog dos alunos do3º Ano.
Blogs dos Estudantes da Escola Maria Goretti (2005)

Blog dos alunos do3º Ano.
Imagens Geográficas

Blogs que acompanho

  • Prof. Dr. phil. Eduardo Luft.


  • Prof. Pedro Demo (blog novo)


  • Prof. Pedro Demo (blog antigo)


  • Prof. Dr. phil. Ricardo Timm de Souza.
  • Links

  • Água Bio
  • Água on-line
  • Águas, Brasil das
  • Águas, Rede das
  • ANA
  • Água, Universidade da (1:?)
  • Água, Universidade da (2:o.k.)
  • Astronomia (Zênite)
  • BBC-Brasil
  • C & T Jovem (Ministério da Ciência e Tecnologia)
  • Café Orbital-ON
  • (a revista parece ter encerrado suas atividades)
  • Canal Ciência
  • CAPES
  • Chaos Nonlinear Dynamics
  • Chaos on the Web
  • Comunidade ARS DEI
  • Defesa Civil RS 199
  • Edge-The Third Culture
  • EFE-Agência de Notícias (Brasil)
  • Embrapa
  • Expedição Trópico de Capricórnio
  • Fractal Geometry
  • Fepam
  • Geoprocessamento-PUCRS
  • Google News
  • IBGE
  • IBGE (IBGE - Cidades@)
  • Meio Ambiente on line
  • Ministério do Meio Ambiente
  • Museu de Ciências e Tecnologia-MCT
  • National Gographic (Brasil)
  • Observatório Nacional-ON
  • Organização dos Estados Americanos (OAS)
  • ON-Serviço de Hora (acerte seu relógio)
  • Porto Imagem (Porto Alegre)
  • Profissão Mestre (revista dedicada à carreira do professor)
  • Programa Antártico Brasileiro-PROANTAR
  • PUCRS
  • PUCRS (renove livros (BIBLIOTECA-PUCRS))
  • Rep. Fed. do Brasil (oficial)
  • Revista Galileu
  • Scientific American-Brasil
  • Scientific Eletronic Library Online (SciELO)
  • Subaru Telescope
  • The Independent
  • UNESCO-Brasil
  • Universidade da California (Condensed Matter Physics)
  • World Atlas Geography
  • Textos Recentes

    Textos Antigos

    O Autor

    Nome:
    Donarte N. dos Santos Junior
    Residente em:
    Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil
    Formação:
    - É Licenciado em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Especialista no Ensino de Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).
    - É Mestre em Educação em Ciências e Matemática (PUCRS).
    - É Mestrando em Filosofia (PUCRS).
    Atuação Profissional:
    - Foi Técnico em Geoproce ssamento do L/li/liaboratório de Tratamento de Imagem e Geoprocessamento (LTIG) da PUCRS.
    - É Professor da Prefeitura Municipal de Porto ALegre.
    Título da primeira dissertação de mestrado:
    “Geografia do espaço percebido: uma educação subjetiva”, que alcançou grau máximo obtendo nota 10,0.

    Clique aqui para ler a dissertação

    Clique aqui para Ver currículo Lattes completo

    Mais sobre o autor
    E-Mail para o Autor
    Livro de Visitas
    Número de Visitantes

    Free Blogger Templates

    BLOGGER

    Free Blogger Templates